A ciência dos circos – Guajara Hoje

A ciência dos circos

<p>Circos são sempre espetaculares, o local onde pessoas treinadas performam números artísticos com o objetivo de entreter e entusiasmar a platéia. De risadas a performances aéreas de fazer cair o queixo, <strong>como a física aparece no circo?</strong></p>
<strong>Leis de Newton</strong>
<p><a href="https://blog.enem.com.br/leis-de-newton-no-cotidiano/">A Segunda Lei</a> consiste na famosa fórmula: Peso = massa x aceleração. Logo, para um acrobata utilizar algum objeto que o permita fazer uma acrobacia aérea, é necessário que o objeto esteja bem preso por um suporte que aguente o peso de uma pessoa.</p>
<p><div class="media_box full-dimensions660x360">

<div class="edges">
<img class="croppable" src="https://img.r7.com/images/circo-14012020090525729?dimensions=660×360" title="circo" alt="circo" />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="content_image">
<span class="legend_box ">circo</span>
<span class="credit_box ">Blog QG do Enem</span>
</div>
</div>

</p>
<p>Normalmente, nessas performances, os acrobatas pulam e seguram nos objetos. No momento em que eles seguram, seu peso aumenta em detrimento da segunda lei de Newton, por isso a necessidade de um suporte que aguente.</p>

<strong>Lançamento </strong>Oblíquo

<p>Em alguns locais no mundo existe o número do “bola de canhão humana” que, como o próprio nome já sugere, consiste em uma pessoa que entra em um canhão e é lançada no ar, caindo sempre em uma tela protetora.</p>
<p>O lançamento oblíquo entra em ação, já que uma pessoa será lançada em uma trajetória parabólica e no momento em que alcançar a altura máxima, o corpo estará sob ação de um movimento retilíneo uniforme e, consequentemente, cairá. O calculo da parábola é extremamente importante para a realização do ato, tendo em vista que o local de aterrizagem deve ser preciso para não afetar o acrobata.</p>
<strong>Força Centrífuga</strong>
<p>Ao fazer performances rotatórias, os acrobatas sofrem ação da força centrífuga. Esta força, é considerada uma pseudoforça, pois, de acordo com a segunda lei de Newton, a força resultante é resultado do produto entre massa e aceleração, mas, a força centrífuga não tem aceleração, por isso é denominada como pseudoforça ou força inercial centrífuga.</p>
<p>Desse modo, uma acrobacia rotatória, como o próprio nome sugere, faz com que o acrobata gire em uma trajetória circular, enquanto a força centrífuga age empurrando-o para fora da trajetória. Por isso, aquele que realiza a acrobacia precisa se prender para não sair voando.</p>
<p>Por fim, esses são alguns exemplos que demonstram que existe ação da física em tudo que fazemos. Em um simples evento cotidiano, como o circo, a física também se mostra presente. Portanto, pegue sua pipoca e escolha seu assento porque o espetáculo já vai começar. E por falar em cultura brasileira e circo, também estará presente no Carnaval 2020. Confira!</p>
<p><div class="media_box embed video_box" data-name="youtube"><iframe title="Salgueiro 2020 Samba CAMPEÃO" width="696" height="392" src="https://www.youtube.com/embed/tPziUe9s3u8?feature=oembed" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe></div>
</p>
<p>O post <a href="https://blog.enem.com.br/a-ciencia-dos-circos/">A ciência dos circos</a> apareceu primeiro em <a href="https://blog.enem.com.br">QG do Enem – Cursos Online S.A.</a>.</p>

Powered by WPeMatico

Please follow and like us: