Bolsonaro cancela viagem em que seria homenageado nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro, que seria homenageado

O presidente Jair Bolsonaro, que seria homenageado
EDUARDO VALENTE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da República, Jair Bolsonaro, não vai mais participar de evento nos Estados Unidos que iria homenageá-lo. Nota divulgada nesta sexta-feira (3) pela Secretaria Especial de Comunicação Social informa que o presidente decidiu pelo cancelamento e que agradece a homenagem proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, ao escolhê-lo “Personalidade do Ano de 2019”.

Leia também: Eduardo associa críticas de prefeito de NY a Bolsonaro ao ‘globalismo’

“Em face da resistência e dos ataques deliberados do Prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade”, afirma a nota, assinada pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio Santana do Rêgo Barros.

“Em função disso, e consultados vários setores do governo, o presidente Bolsonaro decidiu pelo cancelamento da ida a essa cerimônia e da agenda prevista para Miami”, conclui o texto.

Polêmica

No começo de abril, o Museu Nacional de História Natural e o espaço de eventos Cipriani Wall Street recusaram a sediar a homenagem “Personal of the Year”, premiação da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. O prefeito democrata de Nova York, que fez críticas ao governo brasileiro, também chegou a pedir que a homenagem, prevista para 14 de maio, fosse cancelada.

Please follow and like us:
error0