Estação de Tratamento de Esgoto de presídio é concluída em Guajará-Mirim – Guajara Hoje

Estação de Tratamento de Esgoto de presídio é concluída em Guajará-Mirim

Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Casa de Detenção Masculina em Guajará-Mirim — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Casa de Detenção Masculina em Guajará-Mirim, foi concluída e entregue na tarde da última segunda-feira (13). A obra foi finalizada em 50 dias, após uma ação civil pública.

A obra da ETE iniciou em dezembro do ano passado, foi paralisada em janeiro e retomada em março, após o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) ingressar com uma Ação Civil Pública, para que o problema fosse solucionado. O MP-RO solicitou o cumprimento de obrigação para que o Estado finalizasse a obra no prazo de 60 dias.

A Estação de Tratamento de Esgoto foi executada com recursos do poder judiciário no valor de R$ 48.287 e contrapartida de R$ 16 mil da Secretaria de Justiça (Sejus). Segundo Robson de Sousa, coordenador de Infraestrutura da Sejus, futuramente a secretaria pretende construir um isolamento da estação para evitar o acesso direto de pessoas que passam pelo local.

Cabe a prefeitura de Guajará-Mirim finalizar a obra, colocando as manilhas da rede pluvial, para que assim, o escoamento de água da região seja feito de forma correta.

De acordo com o Secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), as máquinas e manilhas para a conclusão da ETE é de responsabilidade do Governo do Estado. O papel da prefeitura é ceder os funcionários para a finalização do serviço. Além disso, a secretaria de obras está aguardando um comunicado oficial da conclusão da Estação de Tratamento de Esgoto.

.

Por Fabiano do Carmo, G1 Guajará-Mirim e Região

Please follow and like us:
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *