Laboratório foca na comunicação para direitos humanos

Jovens da periferia podem participar de laboratório

Jovens da periferia podem participar de laboratório
Fernando Frazão/Agência Brasil

A Anistia Internacional abriu as inscrições para o Lab_Anistia, sua primeira experiência de laboratório para jovens, com o objetivo de discutir soluções de comunicação para os direitos humanos.

Serão selecionados 15 candidatos que, ao longo de dois meses, serão estimulados a pensar formas inovadoras de sensibilizar e conscientizar a população para o tema. Eles receberão a orientação de nomes de referência, como Flávia Oliveira, Thulla Pires e Raull Santiago, mentores no projeto.

O projeto é uma iniciativa da Anistia Internacional com um grupo de jovens mobilizadores sociais, atuantes em diferentes áreas, como comunicação e tecnologia.

A seleção obedecerá a alguns critérios para que os 15 selecionados que participarão sejam pessoas de diferentes experiências, vivências e áreas de conhecimento. Questões como gênero, raça e local de moradia serão levados em consideração, a fim de formar um grupo bastante diverso e representativo.

Inscrições vão até o dia 23 de agosto

Inscrições vão até o dia 23 de agosto
Divulgação

Semanalmente esse grupo se encontrará em oficinas de treinamento, no Rio de Janeiro, para desenvolver soluções práticas que busquem melhorar a comunicação para os direitos humanos. Ao fim do laboratório, eles terão criados produtos e iniciativas que podem ser adotadas e inspirar todos e todas que atuam com o tema.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site e ficam abertas até 23 de agosto. Os encontros terão início em setembro.

Serviço:
O quê? Lab_Anistia
Quando? Inscrições abertas até 23 de agosto
Onde? Inscrições no site: https://www.labanistia.org/

Please follow and like us:
error0