População de Guajará-Mirim sofre com a falta de água, Caerd tenta resolver o problema

Foto: Divulgação/Caerd

 

Desde a última Sexta-Feira (17) o abastecimento de água feito pela Caerd, em Guajará-mirim está sendo de forma precária, o motivo segundo a companhia foi a queima da bomba da captação do rio Mamoré. No Domingo (18) foi instalada uma bomba de pequeno porte mas voltou a queimar novamente. Hoje uma equipe da Caerd está na captação do rio Mamoré instalando outra bomba e segundo a chefe da Caerd em Guajará-Mirim, Creuzelina Ribeiro até a Noite de hoje (19) o abastecimento poderá voltar ao normal.

 

Reservatório de água no chão

Em alguns bairros a água chega mas não é o suficientemente forte para subir para as caixas d”água e a opção seria reservar água em caixas que ficam postas no chão do quintal  para amenizar a situação.

Foto: Divulgação/Caerd

Apenas a captação do igarapé Palheta está funcionando, oque não é o suficiente para abastecer toda a cidade. A gerente da Caerd disse ainda que vem trabalhando junto com sua equipe, até mesmo durante a noite para resolver o problema o mais rápido possível. Outro problema enfrentado pelos funcionários da companhia é a dificuldade de chegar até a captação para a troca da bomba, pois a cheia do rio Mamoré alagou a estrada que dá acesso ao local, e a única maneira de chegar é pelo rio.

 

 

Da: Redação

 

Please follow and like us:
error0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *