Atos em defesa da educação pública ocorrem em todo o Brasil – Guajara Hoje

Atos em defesa da educação pública ocorrem em todo o Brasil

Estudantes realizam protestos por todo o país nesta terça-feira (13) contra os bloqueios no orçamento do MEC (Ministério da Educação) e contra a Reforma da Previdência

Intitulado “3º Grande Ato em Defesa da Educação”, as manifestações ocorrem, segundo a UNE, em mais de 150 cidades dos 26 Estados e no Distrito Federal. Os dois primeiros protestos foram nos dias 15 e 30 de maio.

Os estudantes defendem a autonomia das universidades e são contrários ao programa Future-se, do MEC (Ministério da Educação). Um projeto que tem como objetivo de atrair investimentos privados para as instituições públicas e regulamentar a participação das organizações sociais na gestão

Como nos atos anteriores, o movimento, organizado por organizações estudantis e centrais sindicais, utiliza hashtag “Tsunami13Agosto” nas redes sociais e nesta manhã ficou já era um dos assunto mais comentados do Twitter

De acordo com balanço divulgado pela UNE (União Nacional dos Estudantes), que organiza os atos junto com as centrais sindicais, foram registrados atos em 40 cidades

Em Brasília, o Ministério da Justiça autorizou, a pedido do MEC, o uso da Força Nacional para “evitar danos ao patrimônio”. O ato, de acordo com a UNE, reuniu 30 mil pessoas

Em Belém do Pará, a manifestação ocorreu na praça da República às 8h da manhã

Outros atos estão previstos para a parte da tarde na região Norte, para Manaus, Porto Velho e Rio Branco

Além das capitais, como Salvador (BA), ocorreram atos em cidades do interior também com mobilização de estudantes

Segundo a UNE, na parte da manhã as maiores concentrações ocorreram em Salvador e no Distrito Federal com cerca de 30 mil cada

São esperados atos na parte da tarde em São Paulo, a partir das 15h, em frente ao Masp na avenida Paulista; em Belo Horizonte a partir das 16h; no Rio em frente a Candelária entre outras capitais