De forma dolorosa: confira equipes invictas que não foram campeãs – Guajara Hoje

De forma dolorosa: confira equipes invictas que não foram campeãs

Para abrir a nossa lista, vamos falar da Alemanha na Eurocopa de 1976. A seleção ficou na liderança do Grupo 8, com três vitórias e três empates, após vencer Espanha e Iugoslávia, a equipe chegou na final contra a Tchecoslováquia e empatou por 2 a 2. Na decisão dos pênaltis, os alemães acabaram perdendo por 5 a 3

O dia 26 de maio de 1978 traz lembranças para o povo português: boas para os torcedores do Porto, mas muito ruins para os do Benfica. Era necessário que os Encarnados vencessem o rival para ficar com o título após uma campanha sem derrotas (foram 21 vitórias e nove empates). No começo, Carlos Simões fez um gol contra e o Benfica ficou na frente, mas o brasileiro Ademir fez o tento de empate e colocou o Porto no topo do pódio

A Inglaterra foi muito forte para a Copa de 82. Ficou na liderança do Grupo D, com três vitórias em três jogos e apenas um gol tomado. Na segunda fase, caiu na chave da Alemanha Ocidental e, em dois jogos, obteve dois empates, enquanto os alemães conquistaram a chance de ir para a fase final após uma vitória e um empate. A Espanha era o outro país na chave

Nesta mesma Copa, o México, país-sede, também chegou às quartas invicto. Teve duas vitórias e um empate na fase de grupos e eliminou a Bulgária nas oitavas, ao aplicar o placar de 2 a 0. No entanto, nas quartas, acabou eliminado pela Alemanha Ocidental, também nos pênaltis, após empatar por 0 a 0 no tempo normal

O mesmo aconteceu com a Inglaterra: foi líder do Grupo F (uma vitória e dois empates), passou por Bélgica nas oitavas (1 a 0) e Camarões nas quartas (na prorrogação, por 3 a 2). Na semifinal, porém, caiu para a Alemanha nos pênaltis (4 a 3), após empate por 1 a 1 no tempo regulamentar

No Mundial de 98, a Itália teve uma campanha com duas vitórias e um empate na chave B, com a liderança, e passou pela Noruega nas oitavas. Nas quartas, porém, parou na França, nos pênaltis, após jogo terminado em 0 a 0

No grupo da França, a Suíça fechou em primeiro na chave G da Copa de 2006, com duas vitórias e um empate, com quatro gols feitos e nenhum tomado. No entanto, deu adeus prematuramente ao cair para a Ucrânia nos pênaltis, nas oitavas, após 0 a 0 no tempo normal

Também em 2006, a França ficou em segundo no Grupo G (uma vitória e dois empates), atrás da Suíça. Passou por Espanha (3 a 1 nas oitavas), Brasil (1 a 0 nas quartas) e Portugal (1 a 0 na semi), mas, após empate por 1 a 1 na final com a Itália, acabou perdendo o título nos pênaltis

o mesmo Mundial, ocorrido no Brasil, a Holanda fechou a fase de grupos na liderança da chave A, com três vitórias em três jogos. Depois, venceu México (2 a 1 nas oitavas) e passou pela Costa Rica nos pênaltis, nas quartas. Na semifinal contra a Argentina, empatou por 0 a 0 no tempo normal, mas acabou eliminada nos pênaltis

E, fechando a lista, novamente a Argentina. Na Copa América Centenário, em 2016, os hermanos obtiveram 100% de aproveitamento na fase de grupos e facilidade nas oitavas (4 a 1 em cima da Venezuela) e nas quartas (4 a 0 nos Estados Unidos). Na decisão, porém, Messi e companhia não conseguiram tirar do 0 a 0 do marcador contra o Chile e, nas penalidades, ficou com o vice-campeonato pelo segundo ano consecutivo

Powered by WPeMatico

Please follow and like us: