ONU: combate de desinformação e ‘fake news’ sobre covid-19 – Guajara Hoje

ONU: combate de desinformação e ‘fake news’ sobre covid-19

Secretário-geral da ONU diz que não se pode ceder espaços para mentiras
Reuters/Denis Balibouse/24-05-18

A ONU (Organização das Nações Unidas) lançou nesta quinta-feira (21) uma iniciativa que tem como objetivo combater a onda de desinformação e de propagação de notícias falsas, as chamadas ‘fake news’, relacionadas à pandemia da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

A campanha “Verified” (Verificado ou Checado, em tradução para o português), buscará informar através de três pilares da ciência, da solidariedade e das soluções, segundo comunicado emitido pela organização.

“Não podemos ceder nossos espaços virtuais a quem trafica com mentiras, medo e ódio”, diz no texto o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres.

Leia mais: Pandemia da covid-19 pode provocar primeira queda do IDH na história

“A desinformação se propaga em linha, em aplicativos de mensagens, de uma pessoa para outra. Seus criadores utilizam métodos inteligentes de produção e distribuição. Para contra-atacar, os cientistas e instituições como as Nações Unidas, precisam chegar às pessoas com informação precisa, em que possam confiar”, completou.

O primeiro passo da iniciativa, segundo explica a ONU, é fazer um chamado para que a população participe como “informadores voluntários”, com o objetivo de compartilhar informações geradas pelo “Verified” junto a familiares e amigos.

Esse grupo de disseminadores está sendo descrito como uma equipe de emergência digital. Eles receberão diariamente um pacote de conteúdos verificados para repassar de forma simples.

Notícias falsas são prejudiciais

“Em muitos países, a desinformação que surge através dos canais digitais, está impedindo a resposta da saúde pública e provocando caos. Há esforços inquietantes para explorar a crise para avançar no nativismo ou para atacar grupos minoritários, o que pode piorar na medida que cresça a pressão sobre as sociedades e cheguem as consequências econômicas e sociais”, afirmou a subsecretária da ONU para Comunicações Globais, Melissa Fleming.

A iniciativa, conforme aponta o comunicado das Nações Unidas, ainda contará com a adesão de influenciadores digitais, integrantes da sociedade civil, empresas, meios de comunicação e redes sociais, para distribuir conteúdos sobre a covid-19.

Powered by WPeMatico

Please follow and like us: